Área Social

PASTORAL CARCERÁRIA

A Pastoral Carcerária busca ser a presença de Cristo e de sua Igreja no mundo dos cárceres, caracterizado pela superlotação, condições insalubres e tortura sofrida pelas pessoas privadas de liberdade. Portanto, em seu trabalho de atendimento religioso às pessoas presas os/as agentes pastorais promovem um serviço de escuta e acolhimento, anunciam a Boa Nova, contribuem para o processo de iniciação à vida cristã e para a vivência dos sacramentos, e atuam no enfrentamento às violações de direitos humanos e da dignidade humana que ocorrem dentro do cárcere, pois “todo processo evangelizador envolve a promoção humana” (Doc. Aparecida, p.399).

Comunidade:

  • Nossa Senhora da Penha

PASTORAL DA CRIANÇA

A Pastoral da Criança é um organismo de ação social da CNBB, e consequentemente, nas paróquias. Alicerça sua atuação na organização da comunidade e na capacitação de líderes voluntários que ali vivem e assumem a tarefa de orientar e acompanhar as famílias vizinhas em ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania tendo como objetivo o “desenvolvimento integral das crianças, promovendo, em função delas, também suas famílias e comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político” (Artigo 2º do Estatuto). É trabalho por um mundo sem mortes materno-infantis evitáveis e onde todas as crianças, mesmo as mais vulneráveis, viverão num ambiente favorável ao seu desenvolvimento.

Comunidades:

  • Nossa Senhora da Paz
  • Nossa Senhora da Penha
  • Nossa Senhora da Guia
  • São José de Anchieta
  • São José
  • Bom Jesus

PASTORAL DA PESSOA IDOSA

A Pastoral da Pessoa Idosa tem por objetivo assegurar a dignidade e a valorização integral das pessoas idosas, através da promoção humana e espiritual, respeitando seus direitos, num processo educativo de formação continuada destas, de suas famílias e de suas comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político, para que as famílias e as comunidades possam conviver respeitosamente com as pessoas idosas, protagonistas de sua auto-realização, por meio de diferentes atividades, entre as quais, visitas, orientação e convivência.

Comunidades:

  • Nossa Senhora da Paz
  • Nossa Senhora da Penha
  • Nossa Senhora da Guia
  • Santo Inácio 
  • São José de Anchieta

VICENTINOS

A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) é uma organização civil de leigos, homens e mulheres, dedicada ao trabalho cristão de Caridade. Foi criada em 23 de abril de 1833, em Paris, na França, por um grupo de 6 jovens universitários católicos e um senhor mais velho, com o objetivo de aliviar o sofrimento das pessoas vulneráveis e fortalecer a fé de seus membros. Rapidamente a Sociedade espalhou-se pelo mundo e já está presente em 150 países. O trabalho de Caridade desenvolvido pelos vicentinos permitiu a expansão de atividades e a obtenção de uma grande credibilidade por parte da população e, assim, pouco a pouco, foi sendo formada uma grande rede de Caridade, formada pelos voluntários, reunidos em Conferências, que são grupos que têm como objetivo organizar o serviço prestado por seus membros às famílias favorecidas.

Comunidades:

  • Nossa Senhora da Paz
  • Nossa Senhora da Penha
  • Santo Inácio
  • Bom Jesus