Abertura do Tríduo em louvor à Trindade Santa – “Deus é Amor”

Ontem (23/5), em uma noite já não tão fria, a Paróquia Santíssima Trindade reuniu fieis de todas as suas comunidades para a primeira missa do Tríduo Preparatório em honra à Trindade Santa. Louvado seja Deus por este encontro em torno às mesas da Palavra e da Eucaristia, presidida por nosso vigário forâneo, padre Vicente Menezes. 

Quem poderá se esquecer da bonita e expressiva saudação do pároco da Paróquia Bom Jesus e Nossa Senhora Aparecida? Com gestos nos fez recordar “a graça de Deus, nosso Pai, o amor de Jesus, nosso irmão, a luz do Espírito Santo, que nos ajuda a construir uma Igreja Viva, cheia de alegria, com muita esperança, união e paz entre os irmãos”.

_MG_0779

Coordenadora da Liturgia, Luciene Reis saudou os fieis “Somos todos irmãos, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Hoje, felizes por celebrar a abertura de nosso Tríduo com a Forania de Santa Luzia e com nossas comunidades, de modo especial Santo Inácio, Bom Jesus e Alberto Hurtado. Que Deus, nosso Pai, seja nosso companheiro, hoje e sempre”. 

Ao padre Vicente, vigário da Forania de Santa Luzia, e ao padre Igor Batista, pároco da Paróquia São João Batista, nosso pároco, padre Donizetti Venâncio SJ deu as boas vindas, antes de pedir à Maria do Carmo “Pretinha” para conduzir a entrada do Ícone da Trindade Santa. Este que entrou ao som de “Ó Trindade, vos louvamos, vos louvamos pela vossa comunhão, que esta mesa favoreça, favoreça nossa comunicação”. 

Em sua homilia, padre Vicente recordou a pertença de nossa rede de comunidades, hoje composta por 9 igrejas, as quais ele soube falar o nome de todas, à Forania de Santa Luzia e à Arquidiocese de Belo Horizonte. “Como Povo de Deus, com  todos os irmãos e irmãs, que se reúnem todos os dias para fazer a mesma experiência de fé que hoje aqui fazemos”. 

Ouça a homilia, enquanto lê a notícia.

A Trindade é amor

Ao falar da Trindade Santa, lembrou-nos padre Vicente que celebrar este mistério é uma oportunidade de contemplar a Ação de Deus na história, pois, desde o começo de tudo, a Trindade está presente na história da Salvação humana. 

“A Trindade é Amor, por isso, quem ama permanece em Deus, porque Deus é Amor. Assim, João repreende a quem diz (4,20), ‘amar a Deus, mas odeia seu irmão, porque aquele que não ama seu irmão, a quem vê, é incapaz de amar a Deus, a quem não vê’. E continuou, “Amar o irmão é caminho de passagem para chegar a Deus”. 

 

Ainda segundo padre Vicente, a verdadeira experiencia de Deus passa pelo profundo amor ao irmão. Com respeito e carinho com cada pessoa humana, porque cada pessoa traz no rosto a marca do amor da Trindade, do Amor de Deus.  

“É um tempo favorável para deixarmos desenvolver essa semente de amor, sobretudo entre aqueles que estão mais perto de nós, na família, na comunidade, sobretudo com os que mais sofrem: os pobres, os perseguidos, os injustiçados. O Pai nos convida a oferecer todo amor e respeito, todo esforço para que essas pessoas sejam mais felizes”, disse. 

Chamados a Amar…

O cristão é batizado na Trindade e é chamado a uma vida comunitária. Mergulhados em Deus, são chamados a viver este amor, no amor ao próximo, formando uma Igreja viva, alegre, participativa, servidora de um mundo novo, uma Igreja samaritana, que vê o irmão necessitado e não passa adiante.

“Somos chamados a fazer o bem sempre, sem excluir ninguém, mesmo aqueles que pensam diferente e rezam diferente de nós, ou que estão em outros caminhos por aí, o importante é fazer o bem”, disse Vicente, ao lembrar que as sementes de Jesus foram jogadas em todos os lugares. Como boas sementes, a qualquer momento elas crescem e produzem frutos bons.

 

Ao finalizar, fez bonita menção ao padre Ulpiano Vasquez SJ, lembrou sonhos deste jesuíta, que agora contempla a Trindade face a face, para os moradores destes bairros que formam a Paróquia Santíssima Trindade. Também fez os fieis se recordarem do padre Gopeg SJ, com seu jeito próprio de falar da presença do povo cristão nesta parte de Santa Luzia. 

“Eu desejo que a Festa da Santíssima Trindade, seja tempo de crescimento espiritual para todos nós, momento de reencontrar a história das comunidades, da paróquia e reverenciar a Deus pela caminhada e para crescermos juntos na fé”, concluiu. 

Veja mais fotos em nosso Flickr. Clique aqui!

Por falar em jesuítas…

O que começou com um ônibus errado, justamente com Ulpiano e Gopeg, tem continuação com diferentes sacerdotes e jesuítas em formação. Por isso, a a segunda missa do Tríduo Preparatório em honra à Trindade Santa será celebrada com as obras da Companhia de Jesus em Belo Horizonte e Santa Luzia. 

Logo mais, às 20 horas, nesta quinta-feira (24/5), o diretor do Departamento de Teologia da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE), padre Jaldemir Vitório SJ, presidirá a Eucaristia, na qual, os fieis são chamados a uma experiência com o Filho, a 2ª pessoa da Trindade Santa. 

trindade_OFilho

Participe com a gente! A Liturgia de hoje será conduzida pelas comunidades mais antigas da Paróquia, Paz e Penha. Teremos ônibus passando pelas comunidades São José e São José de Anchieta, Bom Jesus e Santo Inácio. Informe-se com seu coordenador. 

Serviço: 2ª noite do Tríduo em honra à Santíssima Trindade
Quando: 
quinta-feira (23/5), às 20 horas
Onde: 
Igreja Nossa Senhora da Penha
Avenida Yolanda Teixeira da Costa, 1.606 – Bairro Palmital. 

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s