Há brasa debaixo de toda cinza que cobre o Brasil? Semana Social debate cenário nacional com aceno à Esperança

em

Na Semana Social da Paróquia Santíssima Trindade, o público é chamado a dialogar sobre situações que envolvem diretamente a vida das pessoas, seja nas decisões tomadas no âmbito familiar, comunitário, local e nacional.

Ontem (23/8), no segundo encontro do Fórum de Debates, o padre Helio Gasda, SJ falou do contexto sociopolítico nacional e recordou os posicionamentos da Igreja frente aos casos de corrupção e retirada de direitos dos trabalhadores e dos mais pobres. 

4 (4)

Doutor em Teologia, padre Hélio tem longa experiência no trabalho junto às Pastorais Sociais e no segundo dia da Semana Social trouxe informações importantes para quem busca uma experiência de participação transformadora.

No início de sua participação, Helio distribuiu revistas que em suas capas revelavam os ataques promovidos pelo atual governo aos Direitos Constitucionais, situação que afeta, negativamente, a vida de milhões de brasileiros. 

Gasda destacou o novo front de guerra promovido pelo Governo contra os mais pobres e as minorias. “Ele (o governo) está a serviço do capital, desta vez, contra o povo, contra as riquezas naturais do povo brasileiro, exemplo disso, com a extinção da reserva indígena no estado do Amapá para atender o setor de mineração.

Além disso, a forma como os casos de corrupção, nos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) constituídos vêm sendo noticiados e apurados revelam que não há mais preocupação com as aparências, em perder ou dar explicações a eleitores e aos cidadãos de um modo geral. 

Para dar esperança, Hélio Gasda apresentou o posicionamento da Igreja, por meio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), além de diferentes motivações que o papa Francisco tem apresentado ao mundo, seja na defesa pela Casa Comum como na defesa da vida das pessoas que vivem nela. 

Segundo o sacerdote, o papa Francisco deixa claro que “o que move o processo de transformação são pessoas e não as grandes ideias”. Ele citou Francisco para chamar atenção à falta de sentimento comunitário. Essa situação foi reforçada pelas pessoas nas intervenções à fala do padre.

Com este sentimento comum ao palestrante e aos demais presentes, Gasda questionou sobre as motivações para a inércia do povo. “Por que ainda não se rebelaram? O que nos falta acontecer para tomarmos as ruas, questionar os ataques aos nossos direitos e as nossas riquezas?”

Será que ainda há brasa debaixo de toda a cinza que cobre o Brasil?
Helio Gasda, SJ

Participação… Cristã Transformadora

Apesar da inércia aparente do povo, o País dá mostras que poderá renascer, para isso, será preciso, aos cristãos, praticar a Palavra de Cristo, abrir as portas a todos e sair em busca dos necessitados. 

“Como cristãos, não podemos ser formatados pelo dinheiro. Devemos ser a revolução que o Cristo nos ensinou: amar o próximo como a nós mesmos. Assim podemos erradicar as corrupções do dia-a-dia, e, consequentemente, as promovidas pelo Governo”, concluiu.

E você? O que pensa? O que tem feito para mudar a situação da sua comunidade? Como anda seu relacionamento com Deus e com os irmãos? Como o ensinamento cristão tem sido praticado para favorecer a vida de todas as pessoas, principalmente, daqueles que já são excluídos? Interaja com a gente, deixe seu comentário.

Em nosso Youtube, você poderá ver outros momentos da participação do padre Helio Gasda, assim, como as falas do público presente. São questionamentos valiosos para a nossa experiência comunitária, social e política, em um tempo em que somos chamados a ser Igreja em Saída e de portas sempre abertas. 

Hoje

Perceber o horizonte nacional preparou o caminho para ampliarmos o debate para a nossa localidade, nossos bairros, comunidades e cidade. Nesta quinta-feira (24/8), às 20h, o Fórum de Debates da Semana Social 2017 vai dinamizar o debate Este é o meu lugar?”, para ajudar a entender o contexto local.

A assistente social, Jo Jaqueline irá desenvolver o debate desta noite. Ela mora em Santa Luzia há mais de 30 anos e com um sério interesse na educação popular desenvolve seu trabalho em nossos bairros desde 2008.

Veja mais fotos em nosso Flickr. Clique aqui!

A partir da sua experiência no Programa Mediação de Conflitos, convida a todos para que falem sobre o território, suas instituições, experiências diárias, problemáticas e possibilidades que os fazem responsáveis.

Forum de Debates - 3ª Noite-01

 

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s