É possível ser mais na vida dos demais! Experiência Magis na Paróquia Santíssima Trindade

Como um fogo novo, jovens da Paróquia Santíssima Trindade e peregrinos de Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Goiânia (GO) viveram a experiência do encontro na periferia de Santa Luzia. 

Foram dias corridos e de vivências que para sempre serão lembradas. Assim, de 8 a 14 de janeiro, 15 jovens da Paróquia Santíssima Trindade e outros três peregrinos do programa Magis Brasil caminharam pelas ruas dos bairros periféricos de Santa Luzia. Eles tiveram a oportunidade de atuar junto às pastorais sociais em visitas às famílias, idosos abrigados e no presídio atendido pela Pastoral Carcerária.

A acolhida aos peregrinos foi feita na celebração eucarística da comunidade Nossa Senhora da Penha, presidida pelo padre Silas Silva, integrante do Espaço Magis de Manaus. Em sua mensagem à comunidade, pediu que todos não se esqueçam de rezar continuadamente pela vida e missão dos jovens.

A experiência “Um fogo novo nas periferias” foi um convite ao saborear e vivenciar o encontro em ambientes marcados pelo vazio do diálogo, da presença e do cuidado. Neste contexto, os participantes fizeram um caminho no qual puderam reconhecer o horizonte da missão.

Um itinerário, já no primeiro dia de experiências (9), pelas ruas dos bairros Palmital, Nova Conquista, Vila das Antenas e Cristina revelou a necessidade de um ‘fogo novo’ nas ações pastorais e sociais frente aos desafios vivenciados pela pessoa humana diante do alcoolismo e das drogas, da violência e da moradia em áreas de risco, além, é claro, de tantas situações de vazio e solidão.

Peregrinos

Diego Barbosa, de Fortaleza. Vitor Hugo, de Salvador. Miguel Eliam, de Goiânia. Esses são os três peregrinos que cativaram a vida dos jovens de cá, dos peregrinos de Santa Luzia. Dener, Michele, José, Christian, Guilherme, Cíntia, Kenia, Lavínia, Guilherme T, Marcos, Roberto, Fernando, Fabiana, Taylor, Leomarques, Jhonny… seus nomes e suas histórias e muita vida partilhada na alegria do encontro.

Ver o antes para agir agora

O histórico de atuação social da rede de comunidades da Santíssima Trindade foi apresentado aos participantes pela historiadora e agente pastoral, Suzane Almada. Ela recordou a força da mobilização social nas lutas pela moradia, água, transporte e outros tantos benefícios coletivos.

Todavia, em tempos de tamanha individualização das ações, os jovens foram convidados a ajudar a paróquia a perceber um novo horizonte de atuação social, pastoral e comunitário. Os peregrinos trouxeram sugestões e indicaram, junto à comunidade, intervenções no trabalho das pastorais Carcerária, da Criança e da Pessoa Idosa.

Além disso, a recuperação de uma nascente de água no Nova Conquista e nos modos de ocupação para o lazer e a convivência na Praça da Savassi, no espaço do Curumim e no lote em que se espera construir a sede do Fé e Alegria.

Visitas 

O encontro foi a lógica da experiência. A importância do sair de si e ir ao encontro do próximo foi celebrada em diferentes momentos. No dia 10, as famílias atendidas pela Pastoral da Criança, no Setor 7 e na vila das Antenas, foram visitadas pelos peregrinos.

O dia seguinte permitiu aos missionários um encontro com pessoas idosas abrigadas em duas instituições de longa permanência, o Lar dos Velhinhos e a Casa de Repouso Ana Sousa e Silva, além dos atendidos pela Pastoral da Pessoa Idosa.

Antes da última experiência de visitas, os peregrinos viveram um tempo de retiro, para um encontro pessoal consigo mesmo e com Deus, rezando e dialogando com as histórias e vidas partilhadas em ambientes sem grades. Essa oração, já permitia aos jovens preparar o coração para o encontro com tantos outros jovens do Sistema Carcerário.

A visita ao presídio de Santa Luzia, localizado no coração do bairro Palmital, foi feita junto à Pastoral Carcerária, causou sentimentos múltiplos, desde a inconformidade com a precariedade do sistema e do ambiente onde estão os encarcerados, até a partilha da esperança do retorno desses jovens (e adultos) ao convívio social e na vida comunitária.

Convivência

Uma experiência Magis ajuda a criar e a reforçar laços de amizade, solidariedade, carinho e presença. Aqui em Santa Luzia não foi diferente. Os jovens assistiram juntos aos episódios da série ‘Pode me chamar de Francisco’ (Netflix) e celebraram o Ofício Divino das Juventudes com o Grupo Art Jovem.

Deu até para viver um dia de turista, com passeio pelos pontos turísticos de Belo Horizonte, como a Lagoa da Pampulha e a Praça do Papa, além do pouco explorado Centro Histórico de Santa Luzia, que aliás, vale a pena ser visitado.

Além disso, os jovens brincaram de roda com as crianças na Praça da Savassi, no Palmital, e escreveram cartas… isso mesmo, cartas às pessoas por eles visitadas. Essa dinâmica deu mais sabor à experiência.

Santo Alberto Hurtado

Esse moço do sorriso sempre aberto foi quem inspirou a experiência “Um fogo novo nas Periferias”. O santo jesuíta-chileno tem aqui uma comunidade dedicada a ele. Pequena, simples, mas com uma grande família reunida em nome de Cristo Jesus.

Sua frase “Um fogo que acende outros fogos” ressoou nos dias da experiência Magis em terras luzienses e mineiras, no desejo de que quem por aqui passou e viveu possa ser testemunha da chama viva do encontro, da dignidade da pessoa humana e da importância do revisitar os projetos de vida, sejam eles pessoais e/ou comunitários. 

O término da experiência Magis foi celebrado na comunidade de Santo Alberto Hurtado, no bairro Castanheiras. Lá, os peregrinos louvaram e agradeceram a Deus por todo o caminho percorrido e foram chamados a ser fogo novo na vida dos seus enquanto ‘servidores da missão de Cristo’.

Assista ao relato dos peregrinos.

“Como é bom encontrar tantas pedras preciosas escondidas nessas localidades”
Diego Barbosa – Fortaleza (CE)

“É preciso contemplar Deus no diálogo com as pessoas”
Vitor Hugo – Salvador (BA)

“A partilha e os testemunhos ajudam-nos a revisitar nosso projeto de vida”
Miguel Eliam – Goiânia (GO)

VEJA OUTRAS FOTOS DA EXPERIÊNCIA
EM NOSSO FLICKR! CLIQUE AQUI

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s