Paróquia Santíssima Trindade apresenta propostas para a 5ª APD

A Paróquia Santíssima Trindade reuniu cerca de 60 lideranças pastorais e comunitárias, na tarde do último sábado (4/6), para a etapa paroquial da 5ª Assembleia do Povo de Deus da Arquidiocese de Belo Horizonte. No encontro, foram aprovadas as nove propostas de ação pastoral a partir dos eixos temáticos Espiritualidade Encarnada, Renovação da Vida Comunitária e Inserção Social, além da eleição de Michelle Martins e Marcelo Barbosa como delegados paroquiais para as demais etapas da 5ª APD.

O encontro teve início às 15 horas, no salão pastoral da comunidade Santo Inácio de Loyola, Cristina C, com a oração introdutória proposta no roteiro de realização das assembleias. Com representação de diversas pastorais e quase todas as comunidades, a assembleia apresentou hino e vídeo motivacional da 5ª APD. Os escolásticos jesuítas Carlos Vidal, Edgar Magalanes e Fernando Tiscareño contribuíram com a apresentação das interpelações acerca de cada um dos eixos temáticos.

Veja outras fotos em nosso Flickr.

Após essa apresentação, os participantes foram divididos em seis grupos para dialogar e indicar cinco prioridades pastorais para cada dimensão evangelizadora. Após este tempo de partilha em grupos, as propostas de todos os grupos foram colocadas em votação, obedecendo ao resultado elencamos agora as propostas e ao final reafirmamos o conteúdo aprovado para ser encaminho à Forania de Santa Luzia, etapa seguinte no processo da 5ª Assembleia do Povo de Deus.

Espiritualidade Encarnada

Prioridade Votação Destaque
1 23

Investir na criação de grupos de Círculos Bíblicos novos, reforçar os grupos existentes e convidar novas pessoas, além de fomentar e fortalecer os momentos de oração/partilha da Palavra como os dias de oração, leitura orante da bíblia e os Exercícios Espirituais.

2 12

Criar mais momentos de oração abertos para acolher as pessoas com dificuldades, como a pastoral da escuta, além de promover rodas de conversa de livre participação.

3 12

Promover grupos de teatro, campeonato de futebol, cinema direcionado (cine fórum), além de investir na infraestrutura tecnológica de cada comunidade para melhorar a atuação junto aos jovens e adultos.

4 6

Integrar mais lazer aos momentos de formação para superar as barreiras à participação em encontros de formação cristã permanente.

5 26

Fortalecer e priorizar a catequese familiar, com a criação de roteiros de oração semanal para os jovens (e todos os outros públicos do grupo familiar).

6 12

Incentivar, promover e ofertar aos catequizandos e a todos os jovens a oportunidade de construção do seu projeto de vida.

7 7

Incentivar a metodologia da catequese narrativa se tratando de uma vivência encarnada da Palavra e da realidade dos jovens.

8 23

Utilizar as pastorais, de forma especial à da acolhida, circulo bíblico e catequese, para a vivência da dimensão missionária. A estrutura do Comidi deve ser mais acessada na organização de missões populares, que podem anteceder a realização das festas de padroeiros.

9 11

Garantir a formação direcionada nos diversos níveis de participação: multidão, discípulos e apóstolos.

Renovação da Vida Comunitária

Prioridade Votação Destaque
1 0 Garantir a formação para a plena participação do leigo.
2 32

Acolher e introduzir pessoas homossexuais na vivência comunitária e pastoral, além de criar espaço e formar agentes pastorais para este acompanhamento. O acompanhamento também deve ser garantido aos casais em segunda união e não casados como forma de plena adesão à vida comunitária.

3 0 Oferecer espaços de formação afetiva-sexual.
4 31

Contribuir para que os Encontros de Casais com Cristo (ECC) tenham em sua estrutura, meios e formas de acolher e acompanhar os casais não casados.

5 1

Garantir que os jovens não sejam apenas mão de obra ou força de trabalho na estrutura das comunidades de fé.

6 35

Confiar aos jovens a realização de atividades pastorais e de convivência nas comunidades de fé, além de garantir sua plena integração à vida comunitária. Atenção especial ao relacionamento entre as pastorais da Catequese de Crisma e da Juventude (e outras expressões juvenis) para que haja integração entre os jovens da comunidade. 

7 9

Garantir o real funcionamento dos conselhos pastorais com diferentes atividades de formação para que o leigo (agente pastoral) atue de forma mais consistente com aqueles que só vão às missas.

8 12

Favorecer a cultura do encontro com as realidades que estão postas ao redor da comunidade de fé, tendo em vista que as necessidades de cada comunidade devem favorecer a vida da rede de comunidades.

9 0

Rever os critérios para a vivência do sacramento do batismo na escolha dos padrinhos no que tange os casais não casados e em segunda união.

10 23

Facilitar o acesso ao sacramento do matrimônio seja com a redução das taxas de cerimônias ou mesmo com a realização de casamentos comunitários.

11 18

Favorecer o diálogo com pessoas de boa vontade para a prática inter-religiosa e ecumênica, a partir das necessidades da casa comum.

 Inserção Social

Prioridade Votação Destaque
1 37

Cuidar proativamente dos jovens na comunidade local, com a garantia da oferta de educação em questões como afetividade e sexualidade, além de formação técnica em música e teatro, a fim de atingir a questão do uso e abuso de drogas lícitas e ilícitas. 

2 23

Garantir recursos e a gestão de projetos sociais como também integrá-los a iniciativas de financiamento público e/ou privado.

3 25

Criar campanhas de divulgação dos trabalhos das pastorais sociais para comunicar as realidades que na pastoral social nós enxergamos.

4 7

Garantir o apoio dos padres nas homilias para a motivação à participação das pessoas nos trabalhos sociais.

5 37

Conscientizar as pessoas de que todos nós fazemos parte de um sistema político e econômico, com maior empenho da Igreja na orientação para maior participação dos leigos no processo político, seja na construção e no acompanhamento de ações entre sociedade e representantes.

 Conclusões para o envio à Forania de Santa Luzia.

O relatório aqui descrito foi apresentado ao Conselho Pastoral da Paróquia Santíssima Trindade na reunião do dia 6 de junho de 2016. Na ocasião, foi aprovado junto aos conselheiros e conselheiras e autorizado a ser encaminhado para a Forania de Santa Luzia. Também foram estes conselheiros/as, convocados para a etapa Forânea da 5ª Assembleia do Povo de Deus, a realizar-se no dia 30 de julho de 2016, às 14 horas, no salão São João, na Paróquia São João Batista.

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s