Solenidade de Nossa Senhora da Penha é marcada pela experiência da Misericórdia e do anseio de ser ‘Igreja em Constante Saída’

DSC_0468Escrever uma matéria sobre a solenidade de Nossa Senhora da Penha é uma tarefa difícil para este ‘foca’ na profissão jornalística. Um relato em primeira pessoa seria mais proveitoso que qualquer outra narrativa. Em 17 dias de festa, a comunidade buscou experimentar a misericórdia de Deus, revelada no rosto de Jesus Cristo e testemunhada pelas alegrais de Maria. A misericórdia é fruto do coração de Deus! E a esse coração bondoso, dedicamos a 31ª Festa de Nossa Senhora da Penha.

Que bonita a solenidade de nossa padroeira! Celebração que reuniu a alegria sempre presente dos filhos da Penha e a contemplação e oração sugerida pela sagrada liturgia. Ao cantar no ofertório, a música “O sonho de tantas Marias”, unimo-nos às quatro famílias que levavam ao altar as toalhas usadas durante as missas de setor na novena preparatória. Um momento indiscutivelmente belo e significativo.

Abrimos nossos festejos com a tradicional missa do Sagrado Coração de Jesus e a terminamos com uma linda canção que “vai além dos sonhos que aprendemos”. Como uma mãe que diz “Filho é por aqui”, buscamos, como nos pede o amado papa Francisco, viver a experiência da misericórdia, da alegria e do serviço. Uma comunidade em constante saída!

Em sua homilia, o pároco da Paróquia Santíssima Trindade, padre Donizetti Venâncio, sj, destacou a manifestação da fé do povo, que na complexidade das situações apresentadas nos bairros de referência da comunidade, Maria se faz presente em meio ao povo apontando na direção de Jesus. Confira a homilia, na integra. Clique aqui!

Terço

Pelo segundo ano consecutivo, o grupo do Terço dos Homens conduziu a oração que precedeu a solenidade de Nossa Senhora da Penha. Dezenas de fieis se reuniram, às seis da tarde, para elevar sua prece, através da oração do Terço, pelas famílias e pela paz.

Procissão

Com serenidade e devoção, mais de 200 pessoas acompanharam a procissão com a imagem de Nossa Senhora da Penha pelas ruas do bairro Palmital. O cortejo foi acompanhado pela Guarda Municipal de Santa Luzia, que em todo o trajeto controlou o trânsito contribuindo para que a caminha fosse tranquila e orante. A esses servidores públicos, o agradecimento da comunidade.

Como todos os anos, ao passar em frente ao Posto de Saúde, da Escola Estadual Reny de Souza Lima e do Presídio de Santa Luzia, os fieis fizeram um tempo de oração para que os governantes tenham atenção especial com estes espaços públicos. O cuidado com quem ali são atendidos e também com os trabalhadores que dedicam suas vidas para o serviço à comunidade-bairro.

Neste ano, a procissão percorreu as ruas Iolanda Teixeira da Costa, Amália Caldas Vargas, Praça da Savassi, Teresa Lourenço Rodrigues, Estefânia Sales Sotero, retornado para a Igreja.

Confira fotos deste dia em nosso FLICKR!

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s