Papa: “A Eucaristia não é um prêmio para os bons”

em

corpus_papa

O Papa presidiu nesta quinta-feira, (04/06), a Missa de Corpus Christi na praça diante da Basílica São João de Latrão. Na sua homilia disse que as idolatrias do nosso tempo nos tornam cristãos medíocres. “A Eucaristia não é um prêmio para os bons, mas a força para os débeis e os pecadores. O perdão, viático que nos ajuda a andar, a caminhar”, disse Francisco.

O Papa citou um trecho do Ofício das Leituras que diz: “Você reconhece neste pão, aquele que foi crucificado; no cálice, o sangue que jorrava de Seu lado. Tomai e comei o Corpo de Cristo, bebam o seu sangue, porque agora são membros de Cristo. Para não vos separarem, comer este vínculo de comunhão; para não esmorecer-vos, beber o preço de sua redenção”.

papa_04A partir dessa leitura, questionou o que significa separarmos e esmorecermos, nos dias de hoje. “Significa deixarmo-nos atingir pelas idolatrias do nosso tempo: o aparecer, o consumir, o eu no centro de tudo; mas também a arrogância como comportamento vencedor, nunca admitir ter errado ou ter necessidades. Tudo isto nos abate, nos torna cristãos medíocres, mornos, insípidos, pagãos”.

“A Eucaristia não nos permite separarmo-nos; é sinal vivo do amor de Cristo que se aniquilou para que permaneçamos unidos. Participando da Eucaristia e nutrindo-nos dela, nós assumimos um caminho que não admite divisão”, disse.

“Agora, experimentemos a graça de uma transformação: nós permaneceremos sempre pobres pecadores, mas o Sangue de Cristo nos livrará dos nossos pecados e nos dará de volta a nossa dignidade. Sem o nosso mérito, com sincera humildade, podemos trazer aos irmãos o amor de nosso Senhor e Salvador”.

“Sem nosso mérito, com sincera humildade, poderemos levar aos nossos irmãos o amor de nosso Senhor e Salvador. Seremos os seus olhos que vão em busca de Zaqueu e de Madalena; seremos a sua mão que socorre os doentes no corpo e no espírito; seremos o seu coração que ama os necessitados de reconciliação e de compreensão”.

A Eucaristia, disse ainda o Papa, atualiza a aliança que santifica, purifica e une os fiéis em comunhão admirável com Deus. Concluindo a homilia, o Papa pediu que durante a procissão do Santíssimo Sacramento, que marca a Festa de Corpus Christi, cada fiel se lembrasse daqueles cristãos que não podem expressar livremente a sua fé.

“Cantemos com eles, adoremos com eles, e veneremos no nosso coração aos quais fora pedido o sacrifício da vida por amor a Jesus Cristo. E não nos esqueçamos: para não nos separarmos e formamos este vinculo de comunhão, bebamos o preço da nossa redenção”.

Fonte: http://www.franciscanos.org.br/?p=87272#sthash.tWMkDJAr.dpuf

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s