Trilha Inacina teve a participação de jovens da Paróquia Santíssima Trindade

Além de caminhar por aproximadamente 15 km, no sábado (16), e curtir uma manhã nas cachoeiras de Rio Acima (MG), no domingo (17), sete jovens da Paróquia Santíssima Trindade puderam dialogar acerca do Sagrado nas pequenas e nas grandes obras de Deus. Eles participaram da edição 2015 da Trilha Inaciana, atividade de oração, lazer e ecologia, promovida pela Rede Inaciana de Juventude de Belo Horizonte.

20150517_110150“Este encontro é uma pausa gostosa que damos à rotina corrida dos trabalhos, e, na caminhada, a mente e o coração voltam a trabalhar para que percebamos a presença amorosa de Deus”, destacou Marcelo Barbosa, integrante da Pastoral da Juventude ao recordar do caminho percorrido, que teve início na praça central de Rio Acima e ponto de encontro na Casa dos Jesuítas.

Com o cuidado e a acolhida dos integrantes da Rede Inaciana, os jovens da Santíssima Trindade caminharam ao lado de companheiros da Paróquia São Francisco Xavier, das Comunidades de Vida Cristã (CVX) e jovens que buscam na Espiritualidade Inaciana o encontro com o Senhor da Vida.

Confira o que disse sobre a atividade de oração, a jovem Lilian Lila, da comunidade São José de Anchieta:

Um caminho,  um mistério. .. passos lentos,  largos, leves e marcantes… tão normal, mas tão sobrenatural… De onde vem a força?  Por que fazer? Pra quê fazer? Cada um responde com algo diferente… e aos poucos algo vai se revelando… uma flor a beira da estrada, uma cobra pra assustar… Sons diferentes… vozes misturadas e o silêncio… silêncio que é necessário, que cala o externo e treme o interior… porque daí os pensamentos e a contemplação vão tomando formas diferentes… dá pra ver o brilho novo no olhar. Escorregar, mas ter um braço pra se apoiar… querer parar e uma voz a frente dizendo: vem! Estamos quase lá…

Parece normal, trilhar um caminho e depois chegar e apenas recordar… embora aconteça isso, tem a essência e a descoberta antes da chegada… que pode ser expressa ou apenas guardada.

Quando saio de mim mesma, eu até me acho… e quando eu calo, está ai a hora de poder ouvir… tantos sussurros as vezes no peito, calam o pensamento, e quantas vezes o pensamento grita mais alto que a emoção… (rs) porque as vezes a razão não está certa e seus argumentos são frágeis, e vice versa também…

O que vale é o que encontramos de bom e trazemos na bagagem… Se essa bagagem começar a pesar é hora de pensar,  se pesa tem algo a mais, que já não é útil , porque o que bom se torna leve e nos faz leves… E embora todos temos um peso de vez enquando porque é necessário carregá-lo, se moldarmos-o ele já não é o mesmo. Pense na sua bagagem… está leve? Então cabe mais….Está pesada? Arruma ela aí,  pode ser que tem algo desnecessário que ocupa o lugar de algo melhor.

Valeu pela trilha!  E que a cada dia ao trilharmos e tecermos caminhos , sonhos e histórias, possamos enxergar a presença , amor e cuidado de Deus em cada detalhe e simplicidade!

Boa noite!

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s