Constituição de rede de ação social é novidade na Paróquia Santíssima Trindade em 2014

em

Márcia Regina Martins / Marcelo Barbosa

DSCF7534Com o objetivo de constituir uma “rede de ação social”, a Paróquia Santíssima Trindade realizou na tarde do último sábado (15/02) um momento de diálogo e partilha entre pastorais, movimentos e grupos que desenvolvem trabalhos de atendimento e acompanhamento social aos moradores da área territorial dos bairros que formam a paróquia.

O encontro contou com a participação de aproximadamente 30 agentes pastorais e possibilitou um debate sobre a potencialização dos trabalhos desenvolvidos e a melhor organização destes grupos, para que o processo de transformação social da realidade em que vivem os paroquianos da Santíssima Trindade seja ainda mais vigoroso.

“A ‘Rede Social’ é a aposta da paróquia para que num futuro próximo as ações de todos estes grupos aconteçam de maneira mais concreta, tanto nas comunidades, quanto nos bairros em que vivemos. Para isso é preciso que mantenhamos a insistência, a perseverança e a continuidade destas ações”, considerou o pároco, Padre José dos Passos, sj.

“É preciso convergir o desejo de mudança e as ações existentes no universo social da paróquia e da sociedade para que a atuação das pastorais e grupos sejam ainda mais conscientes”, ponderou a secretária de Ação Social Paroquial, Maria de Fátima. Ela conduziu o encontro e retomou alguns dos pontos já estabelecidos na assembleia paroquial realizada em novembro de 2013, que estabeleceu como uma das prioridades pastorais a melhor organização dos trabalhos sociais já existentes na rede de comunidades.

Com mediação do padre Passos e tendo o padre Miguel Elousa, sj como colaborador, o espaço para o debate oportunizou alguns desabafos que se tornaram pertinentes à compreensão da situação social da paróquia, dos bairros e da cidade. As faltas de infraestrutura e qualidade de vida, a violação dos direitos de crianças, jovens e idosos, o tráfico de drogas e a falta de amor entre as pessoas se incluíam no levantamento das principais dificuldades encontradas sejam em ruas específicas, em todo o bairro ou na cidade.

A vereadora Suzane Almada (PT) participou da assembleia de ação social paroquial.
A vereadora Suzane Almada (PT) participou da assembleia de ação social paroquial.

O resultado desse levantamento fez com que a vereadora Suzane Almada avaliasse como uma tentativa de imposição de derrotas a quem acredita que a vida e a cidade devem ser garantidas para todas e todos, mas deixando claro que era preciso ser insistente com a luta e com a vontade de mudança.

Diante das colocações, padre Passos afirmou ser preciso iluminar a vida com a Palavra de Deus, pois a dor e o sentimento de derrota não podem diminuir a vontade de lutar pelo bem comum. “Nós falamos a partir da nossa experiência, desejamos ser pessoas de luz e o que nos trouxe aqui nesta assembleia é o problema social que nos toca. A missão de cada um é a valorização da pessoa que com a fé nos ilumina”, disse.

Trabalho em rede é acolhido e já tem data marcada para reencontro

A sugestão para a constituição de uma rede social que pudesse melhorar a comunicação e a atuação dos agentes sociais que trabalham na paróquia foi bem aceita entre os grupos que estavam presentes, dentre eles as pastorais da Criança, da Pessoa Idosa, da Juventude, da Liturgia, dos Círculos Bíblicos, além dos representantes da Creche Senhora da Paz e do Movimento dos Sem-Casa.

Nelcina Nel participa das reuniões do Conselho Municipal de Saúde.
Nelcina Nel participa das reuniões do Conselho Municipal de Saúde.

Como o trabalho da área social necessita estar presente em outros segmentos, a presença de paroquianos que estão em espaços de consulta, deliberação ou de legislação sobre as questões sociais da cidade otimizou os debates e fez reforçar a necessidade da constante atuação paroquial nestes espaços. A vereadora Suzane Almada (PT), a conselheira Tutelar Suely Marques, e representantes dos conselhos municipais de direitos da Saúde, da Criança e do Adolescente e da Assistência Social estavam presentes na assembleia.

Um novo encontro foi agendado no intuito de dar continuidade à constituição da “rede de ação social” e ao debate das questões já apresentadas nesta primeira assembleia. O próximo evento ocorre no dia 15 de março, a partir das 14 horas, na Secretaria Paroquial.

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s