Arquidiocese de Belo Horizonte lamenta a morte de Padre Libânio, sj

em
João Batista Libânio, padre e teólogo jesuíta. Foto (crédito): Francys Silvestrini Adão SJ.
João Batista Libânio, padre e teólogo jesuíta. Foto (crédito): Francys Silvestrini Adão SJ.

A Arquidiocese de Belo Horizonte se solidariza com os familiares e amigos do padre João Batista Libanio, sj, que faleceu na manhã desta quinta-feira, 30 de janeiro, aos 81 anos, em Curitiba (PR), em decorrência de um enfarto. Reconhecido mundialmente por seu profundo conhecimento na área teológica e sua ação pastoral junto aos mais simples, padre Libanio prestou importante e valioso serviço à Arquidiocese de Belo Horizonte.

Contribuiu, semanalmente, durante anos para o Jornal de Opinião e, recentemente, para o Jornal Opinião e Notícias digital, com a coluna O Olhar do Teólogo. Era doutor em Teologia, professor na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia e vigário da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano. Padre Libanio foi Diretor de Estudos do Pontifício Colégio Pio Brasileiro em Roma, durante os anos do Concílio Vaticano II. Estudou Filosofia na Faculdade de Filosofia de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, e também cursou em letras neolatinas na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Seus estudos de Teologia Sistemática foram concluídos na Hochschule Sankt Georgen, em Frankfurt, Alemanha, onde também estudou com os maiores nomes da teologia européia. Era mestrado e doutorado (1968) em teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (PUG) de Roma. Por mais de trinta anos dedicou-se ao magistério e pesquisa teológica.

Foi professor de teologia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul e do Instituto Teológico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Posteriormente foi professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Atualmente, lecionava Teologia na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte.

É autor de mais de 125 livros, dos quais 36 de autoria própria e os demais em colaboração com outros autores, alguns editados em outras línguas. Além dos mais de 40 artigos em periódicos especializados, publicou inúmeros artigos em jornais e revistas. Foi assessor da Conferência dos Religiosos do Brasil e do Instituto Nacional de Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Na entrevista “70 anos de um Teólogo”, concedida ao Jornal de Opinião, em junho de 2002,  padre Libanio fala sobre sua visão da vida: “A clareza e a serenidade não se medem pelo número de anos, mas pelo trabalho interior. Se este acontece ao longo de uma vida, então os anos contam. A existência foi generosa comigo e permitiu-me que pudesse estar sempre à volta com análises, reflexões sobre a realidade social e eclesial. Vivendo numa ordem religiosa de certa exigência intelectual e convivendo com pessoas lúcidas, terminamos por adquirir vivencialmente certa clareza de visão”.

– Leia a entrevista completa aqui.

Fonte: http://www.arquidiocesebh.org.br/site/noticias.php?id_noticia=7349#sthash.Nv28pqwT.dpuf

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s