Fundo de Construções é lançado na Paróquia

Lançado hoje, em todas as missas da Paróquia Santíssima Trindade, o FUNDO DE CONSTRUÇÕES visa a garantia de recursos financeiros para aquisição, construção e manutenção das nove comunidades que compõem a paróquia.

A Paróquia Santíssima Trindade que esta prestes a completar quinze anos é composta por nove comunidades, das quais, algumas buscam a melhoria estrutural para melhor acomodar os fiéis, enquanto outras trilham os primeiros passos para a construção de suas igrejas. Com os frequentes debates acerca das melhorias que podem ser feitas nos templos da paróquia iniciou-se um discernimento pastoral para a definição das obras prioritárias para toda a rede de comunidades.

Com o processo iniciado, os conselheiros pastorais realizaram no dia 16/09 visitas às comunidades Bom Jesus do Belo Vale, Sagrada Família e José de Anchieta. Nas visitas, puderam perceber as demandas de cada uma das igrejas, seja por ampliação, construção, readequação e outras situações que dificultam a participação dos fieis e dos agentes de pastoral.

Paralelo ao discernimento pastoral, instituiu-se a Comissão Paroquial de Arrecadação, tendo como tarefa primeira a estruturação de ações que possam resultar na aquisição de recursos para as futuras obras nas comunidades.

Nas primeiras reuniões da comissão foi deliberado pela realização, no dia 08/12, do Primeiro Bingo Paroquial, que terá a renda totalmente investida no Fundo de Construções. E para apresentar o Fundo de Construções, o pároco, Padre José dos Passos encaminhou uma carta que será lida em todas as missas do dia 04/11 em que explica como se dará a participação dos fiéis e agentes de pastoral nos trabalhos para o funcionamento do fundo.

Leia a carta na integra.

Vamos juntos construir nossa história e nossas igrejas
Vamos juntos construir nossa história e nossas igrejas

Santa Luzia (MG), 

FESTA DE TODOS OS SANTOS 2012

Às Comunidades da
Paróquia Santíssima Trindade

Paz e alegria no serviço
a Jesus Cristo e seu Reino.

No dia de TODOS OS SANTOS, dirijo-me a vocês no desejo de esclarecê-los sobre as necessidades de nossa Paróquia nos seus aspectos econômico-financeiros e ao mesmo tempo apresentar o convite a sua generosidade e boa vontade em nos apoiar nos encaminhamentos futuros.

Nossa Paróquia é composta de nove comunidades. Todas têm o desejo de construir suas igrejas, salões comunitários ou reformar o que já está construído. Cada comunidade tem, portanto, seu projeto e suas preocupações conforme o tempo de caminhada já realizado. Enquanto as mais antigas hoje se preocupam em melhorar suas construções para dar um pouco mais de conforto a seus membros, temos comunidades que não têm sequer o terreno onde construir seu templo e suas salas de catequese. Os recursos são limitados. Por isso é necessário que nos empenhemos em discernir quais as maiores urgências e onde devemos colocar nossos esforços como REDE DE COMUNIDADES para resolver nossos problemas.

É preciso desprendimento de minhas preocupações imediatas e o conhecimento das demandas das outras comunidades. Exige solidariedade e fraternidade no direcionamento dos recursos e na ajuda a quem está mais necessitado.

Em vista desse caminho de solidariedade e fraternidade, estamos dando dois passos importantes em nossa paróquia. O primeiro será no dia 15 de Novembro quando reuniremos as lideranças de nossas comunidades para rezar e discernir a vontade de Deus sobre as prioridades de construção dentro da paróquia. O segundo é a criação do FUNDO DE CONSTRUÇÕES em vista de produzir recursos para as construções das igrejas.

Para a constituição deste FUNDO, estaremos promovendo atividades com vistas a arrecadação financeira. A primeira atividade neste sentido será o BINGO DA PARÓQUIA que vai acontecer no dia 08 de Dezembro de 2012, na Comunidade Santo Inácio. Com este evento estaremos iniciando um processo que se entenderá em outras atividades ao longo do próximo ano cuja arrecadação será direcionada exclusivamente ao FUNDO DE CONSTRUÇÕES.

Necessitamos de recursos financeiros. Eles aparecerão na medida em que tivermos corações generosos e boa vontade para oferecer nossa contribuição. Os ricos são ricos porque não sabem dar. Deus conta é com os pobres e por isso nos chama de bem-aventurados. É com a ajuda dos pobres, aqueles que têm um coração generoso e é cheio de boa vontade, que realizaremos a construção de nossas igrejas.

Pe. José dos Passos da Silva
Pároco

Obrigado por comentar e compartilhar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s